:: Infra-estrutura ::
Diminuir tamanho da fonte Aumentar tamanho da fonte Impressão do conteúdo somente com fundo branco Enviar esta página por email Cor da fonte branca com fundo preto Cor da fonte preta com fundo branco

 O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica - PPGEL conta com laboratórios de uso exclusivo para a pesquisa.

1 Laboratórios - CEFET-MG

 Os laboratórios estão instalados no CPEI que é um centro de pesquisas dedicado à área de Energia. O CPEI foi construído pela concessionária CEMIG em parceria com o CEFET-MG. O CPEI sedia pesquisas na área de Arquitetura Bioclimática, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica, sempre enfocando a interdisciplinaridade, visando o melhor aproveitamento energético. O CPEI foi concebido dentro da filosofia de uma edificação inteligente contemplando, desde a sua concepção, uma arquitetura bioclimática tirando partido da energia passiva (iluminação e ventilação naturais) para evitar o uso de energias ativas em excesso (tais como iluminação artificial e ar-condicionado), o uso de aquecimento de água através de painéis solares, telhado com telhas fotovoltaicas interligadas a rede, dentre outros. O projeto foi todo concebido dentro do CEFET-MG e financiado pela CEMIG dentro do Programa de Eficientização Energética da ANEEL. O prédio foi construído dentro do campus II do CEFET-MG e está equipado com laboratórios dedicados a pesquisas na área de Energia.

 1.1 Laboratório de Simulação Energética

O laboratório é utilizado para o desenvolvimento de softwares e simulações nas áreas de energia. Os equipamentos e softwares disponíveis estão listados: Servidor local em Linux; 20 microcomputadores ligados em rede; 3 notebooks; 2 impressoras laser; 2 impressoras jato de tinta; Softwares de simulação energética (Energyplus, VisualSpark, outros); Softwares de Simulação lumínica (Dialux, E2, outros). Tem-se também disponível um banco de dados contendo medições de variáveis elétricas de 16 edificações reais, monitoradas desde 2005 com, em média, 60 pontos de medição em cada edificação coletados a cada minuto. Os dados pertencem aos consumidores monitorados e o uso dos mesmos depende de autorização dos participantes do projeto CMUF, conforme previsto em contrato e no convênio com as instituições parceiras, projeto CMUF (UFMG/CEFET-MG/FINEP/CEMIG).

1.2 Laboratório de Conforto Ambiental

Este laboratório foi montado para subsidiar pesquisas de eficiência energética em edificações. Os equipamentos e softwares disponíveis no laboratório são: confortímetro composto por: 07 sensores de temperatura de bulbo seco ( 0 a 100 oC , precisão de 0,3 K); 07 sensores de umidade relativa (tipo capacitivo, 5 a 98 %, precisão de 2 %); 03 sensores de velocidade do ar (termo-anemômetro omnidirecional, 0 a 3 m/s, precisão de 0.05 m/s; 01 sensor de temperatura de globo (esfera metálica, segundo norma ISO 7726); 03 tripés; 01 módulo de aquisição SENSU com 11 canais (0-5 Volts); 01 sofware de aquisição SENSU-Aquisição de dados; 01 software de análise do conforto SENSU-Indice; kit de medição de luminância composto por: hp iPAQ h2215 pocket pc; software LabVIEW for Win DAQCard-6062E/CB-68LP starter kit (Academic Only); LabVIEW PDA module (Pocket PC) cd; LabVIEW PDA Deployments, 10qty; sensor fotoelétrico LI 210SA; luxímetro ed. Ilumin. Dig. 50000LUX; estação metereológica Davis modelo VantagePro2; termômetro de vidro Mod 13-072.

1.3 Laboratório de Monitoramento e Controle de Sistemas de Condicionamento de Ar

Este ambiente é dedicado a estudos na área de Eficiência Energética relativos a condicionamento de ambientes e possui os seguintes equipamentos e sensores: sensores de temperatura distribuídos ao longo do ambiente (teto, parede, fachadas, ar de retorno, ar de insuflamento, etc); inversor de freqüência que controla o compressor; sensores ao longo de toda a máquina de condicionamento de ar (temperaturas, corrente); sensores externos (temperatura, pressão, luminosidade); condicionador de ar; sistema de monitoramento online a cada 15 segundos, 24h por dia há 2 anos.

1.4 Laboratório de Geração Fotovoltaica Interligado à Rede

Na cobertura do CPEI estão instalados 54 painéis fotovoltaicos (3kWp) interligados a rede da concessionária local, com o seguintes equipamentos e instrumentos: 3 inversores de freqüência; medidor trifásico bidirecional; medidor trifásico unidirecional; estação metereológica Davis modelo VantagePro2;

1.5 Laboratório de Qualidade de Energia

Este laboratório é dedicado ao estudo da qualidade de energia, e pertencem ao laboratório os equipamentos e instrumentos listados a seguir: analisador de energia; alicate de corrente EB10; alicate de corrente EB1000; osciloscópio digital TDS620B; ponta de prova AT 2,5kV Tektronix P5100; modelo reduzido de um alimentador de distribuição - modelo para transitórios; kit de lâmpadas fluorescentes; kit de lâmpadas fluorescentes compactas; eletrodomésticos para testes (geladeira, freezer, ar condicionado, microondas, etc); bancada de ensaio de motores composto por: tacogerador, encoder, kit DSP, contator, botoeira, fusível, base e anéis, cabo tetra-polar 4 mm2 (20m), diodos de potência, 2 inversores, conjunto motorcarga. 

1.6 Laboratório de Eletromagnetismo Aplicado e Controle de Processos Industriais - LEACOPI

No Laboratório de Eletromagnetismo Aplicado e Controle de Processos Industriais (LEACOPI) desenvolvem-se atividades relacionadas ao ensino, pesquisa e extensão. O LEACOPI foi estabelecido em fevereiro de 2001, é integrado ao CEPEI (Centro de Pesquisa em Energia Inteligente) e é compartilhado por 11 professores/pesquisadores do Departamento Acadêmico de Engenharia Elétrica (DAEE), Coordenação de Eletrônica e Coordenação de Eletrotécnica. A infra-estrutura do LEACOPI é constituída por equipamentos de informática, equipamentos multimídia, instrumentação (osciloscópios, geradores, multímetros, alicate amperímetro e wattímetro), terrômetros, analisador de energia, equipamentos de alta tensão (teste de tensão aplicada), planta piloto (bancada para estudos de acionamentos elétricos com inversores de freqüência), módulo para desenvolvimento de práticas de eletromagnetismo e de processamento de sinais, módulos micro controladores para redes sem fio e mobiliário de suporte (bancadas de trabalho, mesas de estudo e oficina). O perfil multidisciplinar e complementar dos pesquisadores aliado ao ambiente sinergético estabelecido no LEACOPI, viabiliza pesquisas que contemplam as seguintes áreas da Engenharia Elétrica: i) modelagem eletromagnética (física, matemática e computacional) para estudos relacionados à qualidade de energia elétrica, transitórios eletromagnéticos em sistemas de potência (com ênfase aos associados às descargas atmosféricas), compatibilidade eletromagnética e aterramentos elétricos; ii) métodos numéricos para solução de problemas eletromagnéticos (Método dos Momentos, Método de Equações Integrais de Fronteira, Método de Elementos Finitos e Método de Diferenças Finitas); iii) eletrônica aplicada, instrumentação eletrônica, processamento de sinais, identificação de sistemas lineares e não lineares, acionamentos elétricos e eletrônica de potência e iv) automação industrial, predial e residencial (domótica) e controle de processos industriais. A seguir estão descritos os equipamentos e componentes do Laboratório: 10-microcomputador com processador P4 2.8GHz, FSB 800MHz, memória 1GB; estação de trabalho Xeon 3GHz, 2GB de memória RAM, 250GB de disco, monitor 17"CRT; impressora laser multifuncional (scanner); 4-CLP (16ED, 16SD, 8EA, 4SA); No-break (UPS) + baterias, 2.5kW; terrômetro (TMD 20kW - STRVM); 10-sensores de presença (PIR, ultra-som, campo elétrico); 2-sensores de luminosidade: fotocélula (LI-210SA); sensor de radiação solar global, piranômetro (LI-200AS); 20-sensores de temperatura; 10-sensores de umidade relativa; 20-sensores de luminosidade de baixo custo (LDR, fotodiodo); 50-sensores de contato liga-desliga; sensor infravermelho de temperatura superficial; 2-luxímetros digitais; osciloscópio digital Agilent 100MHz; switch 24 portas com conexão para fibra ótica 1GBps; 2-trenas eletrônicas; estação meteorológica portátil; analisador de energia (Fluke 43B + sonda de corrente 100kHz); 4-multímetro digital True RMS (ET-26/5); 2-alicate amperímetro (ET39/0); alicate de wattímetro (ET4050); 800-componentes eletrônicos discretos e ferramentas; Kit de desenvolvimento para comunicação sem fio (ZigBee); 2-kit de desenvolvimento RFID (Radio Frequency Identification); 15-módulo adaptador RS232-Bluetooth e ZigBee (IEEE802.15.4); 3-licença de software supervisório com pacotes SCADA; Projetor datashow; condicionador de ar tipo Split c/ 4 unidades internas, capacidade de 5TR.(60.000BTU/h); bancada para ensaios de motores de indução contendo: motor convencional, motor de alto rendimento, dois inversores de freqüência de 7.5kW, sensores encoder, tacômetro analógico, transformador isolador trifásico. Planta didática para estudo de instrumentação, controle de processos e automação: sistema de aquisição de dados: placa com 16 canais analógicos de entrada de 12 bits, configurável par a 8 canais diferenciais; 2 canais analógicos de 12 bits de saída, 16 entradas e saídas digitais padrão TTL configuráveis; módulo de instrumentação controle e automação: sistema dotado de sensores de contato indutivo, capacitivo e fotoelétrico, botoeira, disco rotativo, contator para acionamento de cargas externas trifásicas, controlador lógico programável; sistema para testes de equipamentos em alta tensão; sistema de controle de acesso biométrico; bancadas de trabalho com tomadas com proteção e filtros de linha; software: licença Labview para desenvolvimento de instrumentação virtual.

1.7 Laboratório de Sinais e Sistemas

 O Laboratório de Sinais e Sistemas situa-se no Campus Divinópolis do CEFET-MG. Esse laboratório é utilizado para atividades de ensino e de pesquisa, possuindo 10 postos de trabalho compostos por computador, placa de interfaceamento analógico e digital (250Ms/s), software licença perpétua Labview 8.5, simulador de sensores, cabo e bloco conector, acesso à rede web e intranet, acesso à licenças flutuantes do Matlab R2006b. Este laboratório conta ainda com recursos para eletrônica e instrumentação (osciloscópios, geradores, multímetros).

1.8 Laboratório de Sistemas Gráficos

Também no campus Divinópolis do CEFET-MG, o Laboratório de Sistemas Gráficos é composto por 20 máquinas com acesso a 20 licenças flutuantes de Matlab (acessíveis em todo o campus), 20 licenças de AutoCAD, compiladores C, e softwares livres tais como openoffice e MikTex (LaTex). São disponíveis também 20 kits de FPGA modelo de fabricação da ALTERA.

1.9 Infra-estrutura para Computação

As atividades de pesquisa computacional serão desenvolvidas no Centro de Computação Científica, também localizado no CPEI. O Centro de Computação Científica (CCC) é formado por um conjunto de 4 laboratórios, e é utilizado para dar suporte às atividades de pesquisa e pósgraduação. O CCC possui um total de 56 computadores, todos com a seguinte configuração: Processador: Pentium IV, 2.4 GHz, Memória RAM: 512 MB, HD: 80 GB, Gravador de DVD, Monitor 17" tela plana.

2 Laboratórios - UFSJ

2.1 Laboratório de Experimentação Digital (LAEDI)

Este laboratório, situado na sala 1.09E, é destinado à realização de experimentos em Engenharia Elétrica que demandam a utilização de softwares específicos, sejam eles criados ou não por professores do Departamento de Engenharia Elétrica (DEPEL). Este laboratório é também dedicado à realização de experimentos que utilizam o computador como um equipamento capaz de adquirir sinais digitais. Este laboratório conta com microcomputadores, impressoras, mobiliário, softwares e placas de aquisição, que estão disponíveis ao Departamento de Engenharia Elétrica.

2.2 Laboratório de Operação, Máquinas e Controle (LOMAC)

O Laboratório de Operação, Máquinas e Controle está unicamente direcionado aos alunos de Iniciação Científica e de pós-graduação envolvidos com análise e simulação de sistemas, assim como o desenvolvimento de ferramentas computacionais direcionadas para fins específicos. Este laboratório está situado na sala 2.02E. Os recursos de informática consistem de nove microcomputadores de última geração (contra-partida da UFSJ) e softwares licenciados. O software Matlab 6.1 (licença perpétua para 10 usuários) com os toolboxes: Simulink, Control System, Signal Processing, System Identification e Robust Control estão à disposição do Programa de Pós-Graduação.

2.3 Laboratório de Pesquisa Experimental (LAICA)

O Laboratório de Pesquisa Experimental é direcionado aos alunos de graduação e pós-graduação envolvidos com as pesquisas que necessitam de montagens em bancadas e de equipamentos para monitoração constante. Neste Laboratório situado à sala 1.04E, existem disponíveis os equipamentos listados: 4 kits de Estudo de Eletrônica Básica ACT (matriz de contato com gerador de sinais incluso) e Multímetro Digital CE 5105N; 1 Ponte RLC Modelo LCR 740; 1 Freqüencímetro digital 520 MHz modelo LDC 824; 2 Geradores de Função 0,2 a 200 kHz marca Dawer; 1 microcomputador IBM 300 GL, 300 MHz, 64 Mb, HD 3 Gb, Monitor 15"; 3 Matrizes de contatos Pronto Labor PL 556; 2 Multímetros Digitais de Bancada Marca Hung Chang; 2 Geradores de áudio Modelo EMG 17030; 2 Varivolts marca Varikeld TIPO KLM 1526; 1 Transdutor de Pressão TIPO HPG; 2 Multímetros Digital Data Logger MDR 280; 1 Medidor LCR Mod RLC 825 Instrutherm; 1 Pic start plus DV003001; 1 MPLAB-ICD2 DV 164006; 1 Programador de PIC Start Plus; PIC's da família 12C e 12F; 1 Kit. para criação de placas de circuito impresso, contendo Prensa HT 3020, papel transfer; 1 Bloco Conector SC 2075 1; Ultraspec 8000 ; 1 Medidor de Energia Trifásico - Kron; 3 Analisadores Preditivos PA-01 - Kron; Bancada de teste constituída por: sistema de carga motor de indução/gerador CC; carga resistivas; Sensores de tensão e de corrente de efeito hall; encoder fabricado pela Dynapar, modelo HC526; microcomputador; varivolt trifásico; 1 LabView for Windows/PCI; placa de aquisição de sinais PCI 6013, 200 kHz; inversor de frequência; acelerômetro triaxial. O equipamento UltraSpec 8000 é utilizado para detecção das falhas de origem mecânica e elétrica. Trata-se de um coletor e analisador de sinais da CSI, que digitaliza e  memoriza os sinais e as informações neles contidas. Estão disponíveis no UltraSpec 8000 os seguintes módulos: Balanceamento (UltraSpec Balance), Alinhamento Completo (UltraSpec Pro Align), Alinhamento Simples (UltraSpec Easy Align), Controle de Qualidade (UltraSpec QC), Análise de Vibração (UltraSpec Analyse) e Análise de Motores (UltraSpec Motor). No módulo UltraSpec Balance, faz-se o balanceamento dinâmico através de programas específicos. No módulo UltraSpec Motor é possível fazer as seguintes medições: Current Analysis (análise de corrente); Rotor Bar (barras quebradas); Shaft Amps/Volt (corrente/tensão no eixo); Motor Inrush (corrente de partida) e Temperature (temperatura). A bancada de teste foi doada pela UFMG para viabilizar a continuidade do trabalho de doutorado desenvolvido pela Professora Lane Maria Rabelo Baccarini, na área de detecção e diagnóstico de falhas em motores elétricos. O motor de indução foi projetado para testes não destrutivos de barras quebradas e de curto-circuito entre espiras. O medidor de Energia e o Analisador Preditivo PA-01 foi doado pela ''Kron Medidores'' em contrapartida a um projeto de Pesquisa desenvolvido em parceria com o Departamento de Engenharia Elétrica. O PA-01 é um equipamento que tem a tecnologia MCM incorporada no instrumento. O método MCM (Motor Condition Monitor) usa o modelamento matemático do sistema para o diagnóstico de falha.

2.4 Laboratório de Otimização de Sistemas Motrizes (LOSIM)

O Laboratório de Otimização de Sistemas Motrizes (LOSIM) é resultante do convênio entre as Centrais Elétricas Brasileiras S.A - Eletrobrás e a Universidade Federal de São João del-Rei - Convênio ECV - 023/2004 Eletrobrás/UFSJ. Conceitualmente o grande desafio do projeto é a abrangência e ambição proposta no seu plano de aplicação, como resumido a seguir: a) Tem por finalidade a simulação das condições operativas dos equipamentos de forças motrizes mais comuns; b) Tornar-se referência para estudos da eficiência energética de consumidores industriais; c) Permitir a realização de pesquisa e difusão de informações técnicas e de tecnologias mais atuais sobre eficiência energética. Assim, o desafio é montar um laboratório que atenda com igual eficiência à pesquisa, ensino e treinamento. Como resposta ao desafio colocado, está sendo montado um laboratório onde os módulos de carga serão bancadas didáticas, mas construídos com equipamentos, sensores, transdutores e instrumentos usados atualmente na indústria. Os módulos de carga serão montados com material e tecnologia industrial comercialmente disponível e deverão trabalhar dentro da faixa nominal de operação de cada equipamento, monitorados por sensores e transdutores com grau de precisão menor ou igual a 0,5%. O prédio do LOSIM possui área de 89 m2 onde serão instaladas as seguintes bancadas: bombas hidráulicas, correia transportadora, ventilador, compressor e dinamômetro. Em um mezanino de 30m2 será instalado o sistema de controle e supervisão do laboratório (sistema SCADA), além de um espaço físico reservado para os pesquisadores. Recentemente, a UFSJ recebeu da WEG a bancada "Automação com Controladores Programáveis", por ter ficado entre as três melhores colocadas no prêmio de Conservação de Energia. A bancada custa aproximadamente R$ 16.000,00. O sistema de automação com controladores programáveis foi desenvolvido para a aprendizagem de CP's: princípio de funcionamento, aplicações e programação. Neste sistema, o aluno poderá programar o controlador programável através da unidade de programação dedicada (fornecida com a bancada didática) e/ou via microcomputador. Com o software elaborado, é possível simular o funcionamento da máquina ou processo, através do uso de chaves fim-de-curso, botoeiras, contatores, motor elétrico e outros. Além da execução de tarefas de intertravamento, temporização, contagem, operações aritméticas e outras comuns a controladores de pequeno porte, este sistema permite, também, o desenvolvimento de várias tarefas de eletrotécnica complementares à atividades com controladores possibilitando o interfaceamento com o campo. Basicamente, este sistema é composto por duas configurações: Controlador Programável; Unidade de Programação dedicada; Disquete com Software para Programação via microcomputador; Simulador de entradas digitais; Motor de indução trifásico; Componentes elétricos diversos. Proteção com disjuntor diferencial de terra automático para maior segurança.

2.5 Laboratório de Estudos em Controle e Modelagem (LECOM)

No LECOM são desenvolvidas as atividades do GCOM - Grupo de Controle e Modelagem. O GCOM atua em duas frentes principais: i) análise e identificação de sistemas, com particular interesse em sistemas dinâmicos não-lineares e sistemas complexos; ii) síntese de controladores para sistemas dinâmicos não-lineares e complexos. O grupo realiza análises a respeito da dinâmica do sistema, com objetivo de síntese de comportamentos não-lineares bem como da validação desses modelos. Também atua com interesse na modelagem de sistemas biológicos, em particular de sistemas epidemiológicos. Há trabalhos também na área de economia, dinâmica populacional, levitação magnética, modelagem de comportamento de peixes. Utiliza ferramentas computacionais, matemáticas e inteligência computacional. No segundo item, o foco é desenvolver ferramentas eficientes para o controle, com especial foco para o controle de sistemas caóticos e biológicos. O LECOM foi montado com recursos originados de projetos da Edital Universal da FAPEMIG (R$ 10.000,00), programa de Recém Doutor da UFSJ (R$ 5.000,00), Edital PRONEX-FAPEMIG (R$ 3.000,00), mobiliário do Departamento de Eng. Elétrica e contrapartida da UFSJ (R$ 28.000,00). No LECOM, alunos de iniciação científica e mestrado poderão contar com a seguinte estrutura: 10 computadores ligados em rede, com sistema operacional Linux; 1 Impressora Laser HP 1018; 1 Impressora HP Multifuncional; Osciloscópio Digital 100MHZ 4 canais; Ponta de Prova de Corrente; Gerador de Funções e Sinais Arbitrários; Labview Versão Full; Placa de Aquisição de Dados - NI USB-6259.

2.6 Laboratórios de Ensino

Os laboratórios do ensino de graduação de Medidas Elétricas, Eletrônica, Circuitos Elétricos, Conversão de Energia e Acionamentos Elétricos, situados nas salas 1.05E, 1.06E, 1.07E, 1.08E, são atendidos por um almoxarifado central, que é responsável pela guarda, empréstimo e manutenção de instrumentos portáteis e componentes de pequeno porte. Os laboratórios, em sua maioria, são montados com bancadas de madeira móveis, o que permite a redistribuição ou o reaproveitamento do espaço físico disponível. Eles também poderão ser utilizados pelos alunos de pósgraduação.

2.7 Infra-Estrutura para Computação

No caso da UFSJ, a estrutura para computação está presente em todos os laboratórios citados. Em particular, o Laboratório de Experimentação Digital (LAEDI) tem como objetivo dar suporte computacional às pesquisas do programa.  

Biblioteca

1 Bibliotecas - CEFET-MG

A biblioteca do Campus II que atenderá o programa de pós-graduação em submissão, possui área de 1131 m2 e é composta de 7.250 títulos num total aproximado de 22.634 exemplares. Atualmente dispõe de 71 assinaturas de periódicos nacionais, além do portal da CAPES com mais de 7.500 títulos indexados na íntegra, com acesso em três computadores dentro da biblioteca, mas podendo ser acessado em qualquer computador do CEFET-MG.

2. Biblioteca - UFSJ

A UFSJ possui 3 bibliotecas. Todos os livros são catalogados, e as bibliotecas estão integradas a redes cooperativas para pesquisa a bibliotecas de todo o país. Conta ainda com 17 computadores para acesso a bases de dados nacionais e internacionais, que disponibilizam informações sobre todas as áreas de conhecimento. O sistema de empréstimo domiciliar é automatizado. A Biblioteca do Campus Santo Antônio possui uma área de 3482 m2. Há também o acesso ao Portal de Periódicos da CAPES, composto atualmente por 7200 revistas e 80 bases de dados. Merece destaque, a importância do acesso aos periódicos do IEEE, IEE e Elsevier. A consulta ao acervo e o sistema de empréstimo pode ser feito de qualquer ponto campi ou mesmo fora da UFSJ. 

 



Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica
Av. Amazonas 7675 - Nova Gameleira - Belo Horizonte - MG - Brasil
Cep: 30.510-000 - Telefone: +55 (31) 3319-6736  Telefax: +55 (31) 3319-6736
Email: ppgel@dppg.cefetmg.br

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2017
Desenvolvimento: SGI/CEFET-MG